Improdutividade: 5 alternativas antes da demissão do funcionário
Publicado em julho 15, 2019

Improdutividade: 5 alternativas antes da demissão do funcionário

Ter colaboradores que não rendem tanto no trabalho é uma das maiores preocupações dos gestores. As metas precisam ser atingidas, mas a improdutividade de alguns funcionários pode atrapalhar todos os planos, não é mesmo? Se você se identificou com essa situação, saiba que a demissão pode (e deve!) ser a última opção para acabar de vez com o problema. Continue lendo esse artigo e veja as 5 alternativas para você seguir antes de desligar uma pessoa!

1. Comece com a boa e velha conversa:

É muito importante identificar quais são os fatores que influenciam diretamente no desempenho do colaborador. O feedback é extremamente necessário para mostrar à pessoa quais são os pontos a desenvolver. Tenha uma conversa franca e amigável para verificar quais são os reais motivos da baixa produtividade. Às vezes, o funcionário pode estar com algum problema pessoal, então, se possível, monte um plano de ação para reverter esse quadro. Assim, ele pode dar ainda mais valor à empresa, à equipe e a você!

2. Ofereça crescimento profissional:

Você já conversou com o seu colaborador e identificou que a maior preocupação dele é a falta de perspectiva de crescimento profissional? Crie espaço para os funcionários planejarem e executarem as suas tarefas de forma independente. Ajude-os a definirem suas próprias metas e encontrar planos para alcançá-las. Deixe-os livres para modificar e inovar no ambiente de trabalho e tente aumentar o nível de participação deles na decisão da sua equipe e da empresa. Desta forma, você pode acompanhar de perto o desempenho do funcionário em novos desafios e ele vai ficar satisfeito com a possibilidade de ascensão na carreira.

3. Desenvolva motivações além do dinheiro:

Um dos erros que boa parte das empresas comete é pensar que a única fonte de motivação dos colaboradores é o dinheiro. O salário muito baixo desmotiva sim, mas o oposto não melhora os resultados. Como a razão da improdutividade deve ser analisada caso a caso, o aumento da remuneração não é uma solução mágica para otimizar a produtividade do seu colaborador. Ele vai ficar feliz no momento, mas depois pode voltar a ter o mesmo comportamento. Então, tente oferecer treinamentos para melhorar o desempenho e ajuda psicológica, por exemplo. Pense em planos para lidar com o problema de forma assertiva e profunda.

4. Ajude o seu colaborador na gestão do tempo:

Cada e-mail que recebemos na nossa caixa parece ter uma urgência maior do que a outra, não é mesmo? Os prazos podem até auxiliar as entregas dos serviços, mas os imprevistos surgem e algumas tarefas precisam ser adiadas. A improdutividade do seu colaborador pode, em alguns casos, ser resultado da dificuldade em identificar as demandas prioritárias.

Então, faça uma reflexão para verificar de que forma os seus funcionários identificam os trabalhos mais urgentes e qual é o seu papel na otimização do tempo deles. Ofereça soluções como o Trello e Asana, por exemplo, para vocês incluírem as demandas do setor. Nelas é possível delegar os trabalhos, colocar prazos para a entrega e determinar quais são prioridades. Ao ter tarefas bem determinadas, mesmo com as surpresas, os colaboradores não vão ficar perdidos e podem organizar melhor o tempo de execução de cada uma delas.

5. Combata a improdutividade com remanejamento:

Você já pensou em modificar as atribuições do seu colaborador? Essa pode ser uma excelente alternativa para não precisar mudá-lo de função. Converse com o seu funcionário e veja as habilidades que ele possui. Ofereça outras tarefas, demandas e responsabilidades compatíveis com os talentos dele(a). Se a opção anterior não funcionar, informe sobre a decisão de remanejá-lo de setor e verifique se a pessoa tem interesse em fazer essa mudança na carreira.


Você viu acima algumas alternativas antes de desligar um colaborador de vez da sua equipe. A principal medida é ter uma conversa franca para entender o que está gerando a improdutividade do seu funcionário. O ideal é montar um plano de ação personalizado com base nas oportunidades de melhoria para, assim, a produtividade ser restabelecida.


Gostou das nossas dicas? Compartilhe esse artigo nas redes sociais!

Categorias:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *